Fúria de Titãs 2

A coisa número zero a se falar sobre esse filme é a seguinte: esqueça a mitologia grega. Esqueça mesmo, considere a trama como um fanfiction que pegou emprestado os nomes dos personagens mitológicos, um pouco de suas características e colocou tudo num universo paralelo. Esqueceu a mitologia? Agora aproveite e esqueça a história também (“rainha da Grécia” naquele contexto é algo que não faz sentido nenhum).

O próximo ponto fundamental é relembrar se tratar de uma sequência. O primeiro Fúria de Titãs era um remake do clássico original de 1980, atualizado e com muitos monstros. Ouvi alguém dizer que se tratava um pouco da falta de coragem do estúdio de fazer um filme sobre o videogame God of War – e isso fica ainda mais claro no segundo filme, cujo tom/inspiração em God of War fica mais evidente.

Leia mais deste post