Game of Thrones – Episódio 33: Breaker of Chains

gots04ep03

Na verdade nem estou muito a fim de comentar o episódio, basta dizer que é um pouco de sossego depois de uma estreia de ritmo fortíssimo. Agora é preciso um pouco de conversa e outro tanto de exposição para seguirmos em frente pela temporada e tivemos isso de sobra nesse episódio: gente conversando, conversando, Mole Town apresentad para quando for relevante lá para frente não parecer tirada da manga, etc.

Mas queria umas duas palavrinhas sobre a polêmica da semana.

Leia mais deste post

Anúncios

Game of Thrones – Episódio 32: The Lion and The Rose

gots04ep02

Casamentos em Westeros são eventos imperdíveis, de matar, mesmo. Ser colunista social por lá deve ser ainda mais perigoso do que postulante ao Trono de Ferro.

Leia mais deste post

A Dança dos Dragões – George R. R. Martin -Tradução, lançamento e crítica

OBS: Se você quer resenha, os links são esse: sem spoilers e esse: com spoilers.

Bom, não queria voltar nesse assunto. Como todo mundo que lê o blog, ou folheou o livro, ou passou pela internet ouviu falar, tivemos problemas com a tradução do primeiro livro da série, A Guerra dos Tronos. Na época, a tradução portuguesa foi utilizada, sem maiores modificações, para a edição brasileira, dando ao texto um peso que ele não tem (pois, apesar da unificação, o português-pt coloquial se parece muito com nosso formal e vice-versa, dando ao texto original um teor que ele não tem). A tradução per se (nomes, lugares, adaptações) está excelente e nada tenho a dizer quanto a isso, mas tudo contra a postura da empresa que por conta de economia (do tradutor?), de má-vontade ou de uma tentativa de otimizar lucros que não passou batida oferece um texto ao leitor que não é o mais adequado.

Ouvi todos os tipos de comentário quando levantei essa questão, do apoio irrestrito a gente falando que era tempestade em copo d’água e frescura. Não vejo defender meu direito a ter um produto de qualidade dessa forma, mas continuemos.

Nos três livros seguintes, foi também utilizada a tradução portuguesa, mas a adaptação foi mais cuidadosa na tentativa de eliminar ruídos. Tudo bem, pensei, problema resolvido e morreu o assunto. No quinto livro, a tradutora mudou, sendo escolhida a mesma que traduziu A Morte da Luz para pt-br. Estranhei essa mudança de rumos nessa altura do campeonato, mas enfim, algo que deveria ter sido feito lá atrás foi feito agora. Também pensei que fosse morrer o assunto.

Só que daí… surge outro problema. De acordo com o site Game of Thrones BR (e uma discussão bem aprofundada pode ser acompanhada aqui), há um capítulo faltando na edição, o de número 26 simplesmente desapareceu. Falta de cuidado com o material vendido – que é o carro-chefe da editora? Imagina. Falta de controle de qualidade? Também, imagina. E lá vamos nós de novo: onde está o respeito ao consumidor, isso mesmo, aquele sujeito que vai lá e coloca seu dinheirinho suado num livro e espera receber um bom produto? Ou ao menos a história inteira? Se no post anterior eu tinha me referido à LeYa como lambona, me refiro de novo: o nome disso é lambança, é a editora não estar nem aí com o material que vai pra gráfica e depois para a loja. Parece algo do tipo: “ah, faltou um capítulo? Os fãs enfeitiçados nem vão notar, hehehe”, já que se um lote inteiro veio com defeito a solução fosse imprimir de novo.

Houve registros aqui no blog de lotes dos outros livros sem páginas e sem capítulos, mas esse parece ser o caso mais grave.

O que fazer agora? Se você comprou o livro, reclamar. Seja no site da LeYa, seja no Procon, seja recorrendo aos seus direitos como consumidor da maneira que for – quem sabe assim a empresa aja com mais cuidado da próxima vez.

E é isso, espero que o problema seja resolvido e todos possam apreciar o livro inteiro dentro de breve.

***

EDIT IMPORTANTE: A Editora LeYa reconheceu o problema e anunciou o recall. Então quem comprou o livro defeituoso confira e reclame para trocar pelo exemplar sem defeitos!

***

Até a próxima!

Game of Thrones – A Segunda Temporada

Assim terminamos a segunda temporada de Game of Thrones (buáááá, tou com saudades já, quando começa a terceira?). Na minha opinião, esta foi muito mais intensa do que a primeira: produção com mais recursos (mas ainda fazendo milagre com pouco), efeitos especiais de primeiríssima, atuações afiadas (ou ao menos a grande maioria delas) e um ponto polêmico mas que para mim funcionou muito bem: surpreender aqueles que já leram o livro com situações diferentes e inusitadas.

Tem uma série de questões e discussões sobre o seriado que seguem depois do intervalo, vamos lá!

Leia mais deste post

Game of Thrones – Episódio 20: Valar Morghulis (HBO)

Se o episódio passado foi eletrizante, muito foi prometido para o último episódio da temporada (ou season finale como se diz no jargão). Se toda a batalha da semana passada foi incrível, o que esperar do fechamento da temporada? Várias perguntas continuavam sem resposta: Dany recuperará seus dragões? Bran conseguirá escapar? Theon Greyjoy ficará impune? Tyrion está vivo? Tudo isso e muito mais no resto do post…

Leia mais deste post

Game of Thrones – Episódio 19: Blackwater (HBO)

Estou arrepiada. Estou MUITO arrepiada. Desliguei a TV e estou escrevendo essa resenha (coisa que não costumo fazer porque prefiro “digerir” o episódio antes de opinar sobre X ou Y, acho que fica mais completo). Minhas expectativas para esse episódio em especial estavam altíssimas e elas foram superadas, ainda estou completamente sem palavras. Sério, se eu reclamei da ausência de dragões e de lobos pela série e eles usaram as verbas dos efeitos especiais todas para este episódio, parei de reclamar e não reclamo mais!!!

Leia mais deste post

Game of Thrones – Episódio 18: The Prince of Winterfell

Um episódio parado levando em consideração que além desse teremos apenas mais dois para fechar a temporada. Apesar de algumas tramas para essa temporada provavelmente já terem se encerrado aqui (sinceramente, se for para vermos de novo Robb, Catelyn, Jaime e Tywyn esse ano que seja só em passagens rápidas) e outras estarem encaminhadas, acho que poderíamos ter visto no mínimo a Casa dos Imortais já neste episódio – e deixado o próximo para o clímax da temporada. Mas enfim.

Leia mais deste post

Game of Thrones – Episódio 17: A Man Without Honor

Depois da chuva de emoções que foi o episódio de semana passada, o dessa semana foi mais calminho, mas com ação o tempo todo. Também achei o episódio engraçadinho, algumas cenas de humor voluntário e outras não e com um final chocante. Bom, vamos lá.

Leia mais deste post

Game of Thrones: Episódio 16 – The Old Gods and the New

Confesso que esse foi o primeiro episódio da série que me deixou realmente sem fôlego! Mais do que sem fôlego: ANSIANDO a chegada da semana que vem e do próximo episódio! Se as mudanças na história estavam sendo sutis (supressão de plots, de personagens terciários e aceleradas gerais na trama), agora tudo mudou. Agora, ninguém mais está seguro, nem mesmo os fãs que leram os livros.

Leia mais deste post

Game of Thrones – Episódio 15: The Ghost of Harrenhall

A presente blogueira estava de feriado, então nem deu para resenhar antes, mas agora chegamos à metade da série! Já começo a ficar com saudade, sério, por mais que ainda faltem cinco episódios! Mas vamos lá às considerações de hoje:

Leia mais deste post