Game of Thrones – Episódio 31: Two Swords

gots04ep01

Então estamos de volta com a quarta temporada de Game of Thrones! Depois de um longo ano de espera e especulações, nossos personagens prediletos voltam à tela, desta vez para a adaptação do equivalente à segunda metade do terceiro livro, A Tormenta de Espadas, depois de um fim de temporada arrebatador.

Mas antes de falar da estreia vamos às expectativas: agora a história da série vai realmente se descolar dos livros. Se antes as mudanças foram sutis, agora podem esperar que a série de TV ganhará contornos muito particulares, por vários motivos: o quarto e o quinto livro, com a miríade de personagens e falta de acontecimentos, não funcionam bem transpostas, não é um formato televisivo. Não dá para fazer dez episódios de Tyrion andando de barco por aí de boa – e nem espero que façam, e nem quero que façam. Mais: a série está planejada para ter de sete a oito temporadas, não existe vontade de produzir além disso (coisa que todos os envolvidos deixam claro nas entrevistas), o sexto livro não sai tão cedo (espero NOTÍCIAS para o fim do ano e não conto com a publicação antes de 2016) e é bom nem pensar no sétimo (isso se o sétimo for o último mesmo, porque a história cresceu tanto que não vejo como possível terminar tudo em mais dois livros, penso em no mínimo um oitavo). Assim sendo, a série de livros não terminará a tempo da série de TV adaptá-la, o que torna um final independente muito provável.

Tendo isso em mente: a partir de agora as coisas vão começar a mudar a sério.

Algumas tramas serão excluídas, outras alteradas, até mesmo algumas adicionadas, personagens serão fundidos ou não aparecerão e, principalmente: haverá mortes. Sem spoilers, só posso dizer uma coisa: o dia da colheita chegou. E, bom dizer, posso apostar que alguns personagens mortos no livro não morrem na série e alguns vivos, morrem. Então creio que teremos surpresas para todo mundo, até para quem já leu os cinco, os contos de Westeros, frequenta fórum há anos, etc.

E também sinto que essa é a última temporada em que posso dar pitacos antes da série começar – na quinta, só vou fazer um bolão de quais acontecimentos serão mantidos e quais alterados, porque vai ser o que dará. E vamos lá porque a saudade de ter as noites de domingo comprometidas já estava grande demais!

***

Uma coisa bem interessante para o ritmo da série até aqui: apesar de ser um episódio de matar saudades, relembrar quem é quem e introduzir os temas que virão na temporada, tudo foi bem ágil. Nada de sentir que foi uma hora em vão: além de ter passado voando, coisas aconteceram. Ainda que pequenas e por enquanto pouco impactantes, aconteceram.

Por exemplo, já abriram a temporada explicitando a essência do Jaime pós-mutilação em evidência: alguém que fez muito pouco para os 40 anos de vida (mesmo com a adequação etária da série achava que era menos, mas enfim) e que é culpado por todos até hoje pela única decisão acertada que tomou. Como ele disse ao pai, da última vez que o obedeceu e quebrou um juramento se deu muito mal, então por que faria o mesmo novamente? Ao mesmo tempo, prometeu a Catelyn zelar pelas filhas dela, mas como fazer isso se uma provavelmente morreu e a outra agora é um membro da família? E mesmo sua relação com Cersei, ainda magoada pela ausência dele: as coisas não serão como antes, não podem ser como antes e as diferenças, apesar de simbolizadas pela ausência da mão da espada, vão muito além disso. Como ele volta para o mundo dele depois da jornada pela qual passou e que, de alguma forma, o modificou?

O mesmo vale para Sansa: o que vai ser dela agora que perdeu todas as esperanças e está casada com a família que exterminou a sua? Interessante sua fala de que não reza mais (já que qual pessoa manteria qualquer fé depois de tudo o que ela passou), mas e quando um desconhecido aparece com amabilidades e presentinhos (“oi, eu sou aquele cara com quem você foi benevolente duas temporadas atrás, lembra-se?”)? Todas as lições aprendidas nos últimos anos serão esquecidas?

Na Muralha, Jon recebe as notícias sobre o destino de seu irmão e que, apesar de invejá-lo em tudo, o amava, sentimento que Sam parece compreender muito bem. Ele também tem muito a responder sobre os fatos passados, enquanto Ygritte, preparando flechas para uma talvez-futura-nova-DR, recebe visitantes e aliados para a guerra que se desenha no horizonte (e que provavelmente ocorrerá lá pelo nono episódio).

E muito longe dali, uma princesa brinca com seus dragões já não-tão-inofensivos. E por que mudaram o ator que faz o ai-ai-ai-Daario??? O outro tinha um jeitão muito mais cafa do que este, coisa imprescindível para o personagem.

E agora as novidades e coisas interessantes (já que um monte de personagens também reaparecem ou remoendo fatos antigos ou se preparando para os próximos): primeiro, a entrada de Oberyn Martell, príncipe das terras de Dorne, que já chegou chegando – tanto por seus hábitos sexuais pouco ortodoxos (que homem nobre da série levou a companheira para partilhar de seus prazeres até o momento?), quanto por não fugir duma briga e já ter dito com todas as letras o que foi fazer ali. Pagar dívidas antigas.

Além da dupla dinâmica da série: Arya e The Hound. A interação entre os dois é fora de série, dá uma leveza a personagens pesados, ressentidos e perigosos. Apesar da cena ser construída para ser divertida (os diálogos são excelentes e vemos os personagens como “mocinhos” contra “bandidos” pouco éticos, queremos a justiça), vemos que Arya, aos poucos, vai se tornando também monstro, não muito diferente das pessoas que odeia e pretende se vingar. Aliás, será que só a achamos fofinha por que a conhecemos? E se não soubéssemos de sua história, não fosse ela uma Stark, sentiríamos o mesmo por ela? Apesar de toda catarse, todo nosso desejo de acertar as coisas, quem ela se torna no processo?

***

Até a próxima!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: