Fluxograma para um leitor iniciante de ficção científica e fantasia

Esse fluxograma bem legal está rodando pelas redes sociais há alguns dias, a partir do blog SF Signal e que traz um guia dos 100 melhores livros de FC&F para leitura. É bem legal ir pelos caminhos e procurar qual seria “seu livro”. Está em inglês e não traduzi, mas se você entende, é legal ir acompanhando.

(clique na figura para ampliar)

É uma lista evidentemente controversa (senti falta do Drácula aí, por exemplo, e acho que Stardust está sobrando), mas interessante. Realmente, se você é um leitor iniciante do gênero, que quer saber por onde começar, esta é uma excelente estrada. Dá também para fazer umas consideraçõezinhas sobre os escolhidos.

1- A predominância quase absoluta de obras em língua inglesa. Na verdade, creio que Júlio Verne, o único não-anglófono da lista, está aí apenas porque foi um dos pais do gênero, uma das pessoas que o definiu. Há de se levar em consideração que essa lista foi feita por um blog de público anglófono, então é natural a prevalência, mas traz algumas ausências fundamentais: onde está Jorge Luís Borges, um dos maiores autores de ficção fantástica do mundo (e que também ajudou a definir o gênero)? Onde estão os escritores de FC&F russos que acabaram por sair no Ocidente e obras como Solaris ou Os Guardiões da Noite? O que acontece com a FC&F europeia – alemã, francesa, espanhola? Como é a produção, por que ela não chega até a gente? Será que o que a gente reclama aqui – de não ter espaço nas livrarias, de poucos nacionais, de *agora* começarem a vir nacionais – é um problema que não é só nosso?

(a única fantasia que me lembro de ter visto não-anglófona foram aquelas Crônicas do Mundo Emerso, de uma italiana. E também a série Apocalipse Z, de um espanhol – e aqui estamos falando do pop, pra nem entrar num Saramago ou num Ítalo Calvino da vida, também ignorados pelo fluxograma).

2 – Um dado curioso. Dos livros de Fantasia, a grande maioria foi publicada da década de 1990 para cá (dá para descontar com méritos aí As Brumas de Avalon, As Crônicas de Pern, O Único e Eterno Rei, A Caverna de Cristal (curioso, todos os arturianos são mais antigos) – para não falar d’O Senhor dos Anéis…). Dos livros de Ficção Científica, o contrário – tirando o pós-cyber, nenhum foi publicado depois da década de 1990, a maioria entre os anos de 1960-1970. Qualquer analista diria que a literatura, como toda arte, é o reflexo das aspirações, desejos e preocupações de uma época – e a FC em seu mais clássico tem muito da Guerra Fria, de seus avanços tecnológicos, como a corrida espacial, e seus temores, como a invasão de alienígenas (os soviéticos comunistas) e o fim do mundo em si. Há algo no que se pensar aí…

3 – Como vocês podem notar, a quase total e completa ausência de livros young adult na lista (exceto, talvez, novamente pelo Único e Eterno Rei). Talvez isso queira dizer alguma coisa, talvez não, também. Acho que a melhor delas é dizer que há livros de literatura de gênero feitos, sim, para adultos – e isso não quer dizer necessariamente sexo e violência extremados, nem que leitores mais jovens não possam lê-los (li Admirável Mundo Novo com 12, O Senhor dos Anéis com 15, a série Brumas de Avalon com 17… e adorei todos, na época).

4- Como já falei demais, aqui vai uma listinha dos livros da lista, em parêntesis o nome em português, caso tenha saído, com link se tem resenha no blog (em negrito se já li, em itálico se tenho na estante). Fiquei feliz por já ter ouvido falar em uns 90% deles e em alguns já figurarem na minha wishlist pessoal.

***

The Last Unicorn – Peter S. Beagle

Watership Down – Richard Adams

Dragonflight – Anne McCaffrey

The Mists of Avalon – Marion Zimmer Bradley (As Brumas de Avalon)

The Crystal Cave – Mary Steward (A Caverna de Cristal)

The Once and Future King – T. H. White (O Único e Eterno Rei)

The Dark Tower – Stephen King (A Torre Negra)

Wicked – Gregory Maguire (Maligna)

The Silmarillion – J. R. R. Tolkien (O Silmarillion)

The Lord of the Rings – J. R. R. Tolkien (O Senhor dos Anéis)

The Name of the Wind – Patrick Rothfuss (O Nome do Vento)

Kushiel’s Legacy – Jacqueline Carey

Jonathan Strange and Mr. Norrell – Susanna Clarke (Jonathan Strange & Mr. Norrell)

Stardust – Neil Gaiman (Stardust)

The Princess Bride – William Goldman

A Song of Ice and Fire – George R. R. Martin (Crônicas de Gelo e Fogo)

The Way of Kings –  Brandon Sanderson

Mistborn – Brandon Sanderson

The Sword of Shannara – Terry Brooks

The Farseer Trilogy – Robin Hobb

The Riftwar Saga – Raymond E. Feist

The Sword of Truth – Terry Goodkind (A Espada da Verdade)

The Wheel of Time – Robert Jordan (A Roda do Tempo)

The Malazan Book of the Fallen – Steven Erikson

The Chronicles of Amber – Roger Zelazny

The Chronicles of Thomas Covenant, the Unbeliever – Stephen R. Donaldson

The Codex Alera – Jim Butcher

The Belgariad – David Eddings

Conan the Barbarian – Robert Howard (Conan, o Bárbaro)

The Elric Saga – Michael Moorcock  (A Saga de Elric)

Going Postal – Terry Pratchett

Small Gods – Terry Pratchett

Xath Series – Piers Anthony

The Legend of Drizzt – R. A. Salvatore

American Gods – Neil Gaiman (Deuses Americanos)

Neverwhere – Neil Gaiman (Lugar Nenhum)

Something Wicked This Way Comes – Ray Bradbury (Algo Sinistro Vem Por Aí)

Anathem – Neal Stephenson

The Hyperion Cantos – Dan Simmons

Perdido Street Station – China Miéville

The Eyre Affair – Jasper Fforde

The Book of the New Sun – Gene Wolfe

Watchmen – Alan  Moore (Watchmen)

Sandman – Neil Gaiman (Sandman)

Sunshine – Robert McKinley

Frankenstein – Mary Shelley (Frankenstein)

I am Legend – Richard Matheson (Eu Sou a Lenda)

World War Z – Max Brooks (World War Z)

Flowers for Algemon – Daniel Keyes

The Time Traveller’s Wife – Audrey Neffenegger (A Mulher do Viajante do Tempo)

Outlander – Diana Gabaldon

Slaughtehouse 5 – Kurt Vonnegut (Matadouro 5)

Cat’s Cradle – Kurt Vonnegut (Cama de Gato)

The Road – Cormac McCarthy (A Estrada)

The Stand – Stephen King (A Dança da Morte)

Fahrenheit 451 – Ray Bradbury (Fahrenheit 451)

Brave New World – Aldous Huxley (Admirável Mundo Novo)

A Clockwork Orange – Anthony Burguess (Laranja Mecânica)

The Handmaid’s Tale – Margaret Atwood (A História da Aia)

1984 – George Orwell (1984)

Animal Farm – George Orwell (A Revolução dos Bichos)

The Diamond Age – Neal Stephenson

Neuromancer – William Gibson (Neuromancer)

Snow Crash – Neal Stephenson (Nevasca)

Journey to the Center of the Earth – Jules Verne (Jornada ao Centro da Terra)

20.000 Leagues Under the Sea – Jules Verne (20.000 Léguas Submarinas)

Do Androids Dream of Electric Sheep? – Philip K. Dick (O Caçador de Androides)

The Left Hand of Darkness – Ursula K. Le Guin (A Mão Esquerda da Escuridão)

The Dispossessed – Ursula K. Le Guin (Os Despossuídos)

A Canticle for Leibowitz – Walter M. Mille Jr. (Um Cântico para Leibowitz)

Stanger in a Strange Land – Robert A. Heinlein (Um Estranho numa Terra Estranha)

The Time Machine – H. G. Wells (A Máquina do Tempo)

Cryptonomicon – Neal Stephenson

Doomsday Book – Connie Willis (O Dia do Juízo Final)

Lucifer’s Hammer – Larry Niven & Jerry Pournelle

The Caves of Steel – Isaac Asimov (Caça aos Robôs)

2001: A Space Odyssey – Arthur C. Clarke (2001: Uma Odisseia no Espaço)

The Martian Chronicles – Ray Bradbury (As Crônicas Marcianas)

The Mars Trilogy – Kim Stanley Robinson (A Trilogia de Marte)

Space Trilogy – C. S. Lewis (Trilogia Espacial)

Starship Troopers – Robert A. Heinlein (Soldados do Espaço)

Ender’s Game – Orson Scott Card (O Jogo do Exterminador)

The Forever War – Joe Haldeman (Guerra Sem Fim)

Dune – Frank Herbert (Duna)

The Moon is a Harsh Mistress – Robert A. Heinlein (Revolta na Lua)

Old Man’s War – John Scalzi

The Thrawn Trilogy – Timothy Zahn (A Trilogia de Thrawn)

The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy – Douglas Adams (O Guia do Mochileiro das Galáxias)

Foundation Trilogy – Isaac Asimov (Fundação)

Ringworld – Larry Niven

A Fire Upon the Deep – Vernor Vinge (Fogo nas Profundezas do Espaço)

Vorkosigan Saga – Lois McMaster Bujold

I, Robot – Isaac Asimov (Eu, Robô)

The Ilustrated Man – Ray Bradbury (Uma Sombra Passou Por Aqui)

War of the Worlds – H. G. Wells (A Guerra dos Mundos)

Rendez-vous with Rama – Arthur C. Clarke (O Encontro com Rama)

Childhood’s End – Arthur C. Clarke (O Fim da Infância)

Contact – Carl Sagan (Contato)

The Mote in God’s Eye – Larry Niven & Jerry Pournelle

The Culture Series – Iain M. Banks

***

Não dá nem para chamar de checklist, porque tem vários títulos aí que não me interessam. Mas podem esperar vários deles por aqui nos próximos anos!

Até a próxima!

Anúncios

17 Responses to Fluxograma para um leitor iniciante de ficção científica e fantasia

  1. mushisan says:

    Deu trabalho, excelente pesquisa!!

    …agora faz a versão nacional 😀 #corre

  2. Bruno says:

    Achei uma lista interessante, mas faria exatamente as mesmas considerações. Acho meio tosco ter lá um World War Z, por exemplo, e não ter um Solaris… Mesmo algumas classificações como Eu Sou a Lenda do Richard Matheson como livro de zumbis, quando no livro, diferente do último filme, eles são bem mais claramente vampiros mesmo, daqueles que sugam sangue morrem com estacas no coração =P

    Mas na soma geral a lista ainda é muito interessante sim, é uma boa dar uma olhada e ver se acha algumas sugestões novas de livros pra ler…

    • Tem muitas coisas aí no meio que achei questionáveis – precisava de tantos Gaimans assim, p. ex.? (pra mim pelo menos Stardust tá sobrando, dava pra ter posto outro conto de fadas moderno no lugar). Precisava de tantos livros do Stephenson assim? (só li um livro dele então não posso falar dos outros, mas achei meio muito)…

      Mas listas unânimes nunca haverão 😛

  3. talkativebookworm says:

    Np barato, estou feliz por ter lido 54 títulos, ou seja mais da metade.

    Tem coisas na lista que são fundamentais e que infelizmente não sairam no Brasil, como Last Unicorn, Book of the new sun e o Old Man’s war. Mas a série da Gabaldon é argh, blergh, argh no último, não entendi o que está fazendo aí. O Gaiman deveria estar aí com o Sandman e só, além dos representantes da ”’História Alternativa”’ serem completamente discutíveis. Não tem um do Turtledove, por exemplo.

    A ausência de livros fora do eixo anglofono tbm se deve às características desse mercado, muito avesso a traduções. Em média, nem 5% dos livros publicados nos EUA são traduções.

    • Como respondi no comentário anterior, uma lista dessas sempre é questionável, mas tem Gaimans demais (eu deixaria só Sandman e Deuses Americanos), tem coisas que não dá para entender porque estão ali e tem livros que acho restritos demais (como os romances de Star Wars). Mas pelo contrário, tem muita coisa fundamental – TODAS as distopias ali são must read, tem muitos clássicos para entender o gênero tb… Para início, tá bom mesmo.

  4. gereneto says:

    O interessante dessa lista é que foi feita por votação, mais de 60.000 votaram, se não me engano… Por isso não faz muito sentido reclamar de livros que não deveriam estar lá, como se tivessem um “culpado”! E, na questão dos young adults, realmente não tem porque eles deixaram para uma proxima votação.
    Aqui o link da lista: http://www.npr.org/2011/08/11/139085843/your-picks-top-100-science-fiction-fantasy-books

  5. Pingback: Links da Cidade | Comic City

  6. Alberto says:

    Nunca leu FUNDAÇÃO?!

  7. Alex Bastos says:

    Ótimo trabalho Ana, só uma observação: A série Outlander está sendo lançada pela Editora Rocco. O primeiro título é A Viajante de Tempo. (Li umas 100 páginas, se conseguir terminar o livro, será muito.)

  8. Alex Bastos says:

    Li 11 títulos, posso ficar feliz? rs 😛

  9. Pingback: Fluxograma – Qual vai ser sua próxima leitura? « Leitura Escrita

  10. Pingback: Fluxograma – Qual vai ser sua próxima leitura? « Leitura Escrita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: