Game of Thrones Episódio 10 – Fire and Blood

E estamos aqui na nossa última resenha do seriado Game of Thrones! Até onde pudemos apurar, a primeira temporada foi um sucesso, haverá uma segunda (cuja pré-produção já está em pleno curso e as filmagens começam agora no fim de julho). Já estou com saudades da série, pois por mais que eu soubesse o que aconteceria na cena seguinte, a sensação de ver acontecer na tela é completamente diferente. Além disso, adicionaram muitas cenas – que só fizeram adicionar na história mesmo -, suprimiram alguns personagens, mudaram algumas coisas, ou seja, todo episódio trouxe novidades (acho que só uns dois foram realmente fracos).

A resenha do fatídico episódio 9 foi engolida pelo sistema, mas como ninguém mais comenta as resenhas (snif…) ninguém nem reclamou. Estou tentando recuperar o texto anterior, mas como está difícil, farei outra do zero. Buááá… Algum dia ela será restaurada. Eu garanto.

Mas vamos lá…

– A história da Arya avança um pouquinho pelo primeiro capítulo dela em A Fúria dos Reis, mas é uma escolha melhor. Aqui, pelo menos está explicado o que aconteceu com ela após a execução de Ned, o que ela está fazendo e que ela está em segurança. E, claro, que personagens que ganham nome e algum destaque em tela podem voltar, como Gendry, o bastardo do rei Robert, que assim como ela está indo para o Norte. Claro, importante ressaltar que é o corte de cabelo feito na faca mais fofinho que me lembro de ter visto 😛

– E sim, o Ned morreu mesmo. Mortinho. Foi pra terra dos pés juntos e de lá não voltará. RIP.

– A cena da Catelyn demonstrando altivez e só conseguindo expressar sua dor longe dos homens de seu marido, para mim, foi a síntese da Catelyn dos livros. A senhora que sabe sua posição política e que seus sentimentos e dores pessoais são irrelevantes se comparados ao que precisam enfrentar como família. O que não a faz menos destemperada, apesar de que a Catelyn da série conseguiu me despertar alguma simpatia e empatia. Só alguma.

– Primeira menção ao nome de Rhaegar em toda a série, mas até entendo por que a história envolvendo ele e Lyanna Stark foi suprimida. Jogada em TV, seria juntar 2 mais 2 rápido demais.

– Querida Sansa: isso se chama karma.

– O REI NO NORTE!!!!!!!! E um dos juramentos feitos vai ser BEM importante na próxima temporada, aguardem…

– O confronto entre Catelyn e Jaime só acontece no FINAL da Fúria dos Reis. Não sei como vão fazer com a linha narrativa dele, até mesmo porque ele tem de aparecer mais na segunda temporada. Gosto MUITO de como o caráter niilista e cínico do Jaime fica exposto nesse diálogo (e em como ele protege a irmã ao não revelar a verdade). Mesmo a famosa frase “there’s no man like me, there’s only me”, que parece o ápice da arrogância, no contexto ganha um tom muito mais cínico e auto-depreciativo.

– Na cena seguinte, vocês podem perceber o quão unida é a família Lannister. Errrm. E ela não sabia que o lindo irmãozinho tinha sido preso a essas alturas…

-Dá para entender por que a bruxa má fez o que fez com a Dany, perfeitamente, até. É aquela coisa de perspectiva: será que se estivéssemos vendo a história da senhora que vê sua vida destruída e tem de cuidar de uma linda princesinha que espera um potencial assassino, estuprador e destruidor. Mas não deixa de ser trairagem, das brabas, ainda mais sabendo que a moça em questão tentou ser legal com você e desconhece suas intenções e capacidades.

– Jonzinho Floquinho, você É UM BABACA. Sei que você se acha melhor do que todos os seus amigos, que a Night’s Watch toda, que todo mundo, mas pensasse em tudo isso ANTES de fazer seu juramento. Não que no fim das contas você tivesse tido muita escolha, mas toda aquela vida de mimadinho acabou. Sim, você sempre teve uma madrasta que gostaria que a terra abrisse e te engolisse, mas teve uma vida muito melhor do que a de todos os amiguinhos que agora você despreza. E pobre Sam, é uma das almas mais puras de Westeros, de longe (para não dizer mais porque é spoiler).  E a cena de todos eles indo resgatar o Jon (como o comandante Mormont bem lembrou, “você voltou por causa da honra, mas não da SUA honra”) e repetindo o juramento da ordem foi emocionante. Jon tem amigos que se importam, uma pena ele não ver isso e continuar de emice e mimimi. Vamos ver se o Floquinho cresce na próxima temporada, né.

– E o final…. Ah, o final. Sinceramente, era a cena da qual mais tive medo e expectativa durante toda a série: como fazer acontecer sem ficar tosco? Achei que ficou fantástico o sacrifício, o risco e principalmente OS DRAGÕES!!!! *-* Eles ficaram simplesmente LINDOS em CG (a foto não os faz justiça) e agora é só esperar pela próxima temporada, ver se esses lindos bebezinhos crescerão a aparecerão. Fiquei sem palavras e sem reação por este final e sentindo MUITO que ano que vem (e a segunda temporada) ainda vão demorar bastante a chegar!

***

Como esse post demorou demais, vamos a alguns pensamentos sobre a série inteira. O primeiro e mais óbvio ponto era que minha expectativa era altíssima – e a série conseguiu superá-la por MUITO. Achei tudo o mais próximo possível da perfeição – cenários, efeitos especiais, composição de personagens. O livro inteiro, inteirinho, estava lá, de acordo com minha imaginação (a única coisa que achei foram os figurinos da corte muito simples, eu colocaria mais ouro e glamour). De resto, as armaduras, cenários, construções, lugares… Tudo LINDO, tudo tornando minha imaginação em carne.

– O elenco foi extremamente bem preparado. Para mim, os pontos altos foram o hours concours Tyrion, a Catelyn – FANTÁSTICA – e o apavorante Tywin Lannister – a atuação e caracterização do personagem ficaram perfeitas, olhar para ele dava medo. Dos jovens talentos, a pequena e fofíssima Arya/Maisie Williams e principalmente Alfie Allen que conseguiu dar uma vida ao Theon Greyjoy que ele não tinha. Estou MUITO ansiosa pela próxima temporada, para ver como ele sustenta o personagem, cujos melhores momentos ainda não vieram.

– Não gostei muito da Cersei, por outro lado. Achei-a bem menos glamourosa/femme fatale do que os livros sugerem. Houve uma direcionada no sentido de ser uma mocinha que acreditou no casamento em primeiro lugar mas as coisas deram errado, só que esse tipo de personalidade não combina com o papel dela no jogo dos tronos, ao menos enquanto o pai não está em King’s Landing. E só amostras da devassidão moral dela são demonstradas.

– Por outro lado, esse viés de sua personalidade deu uma das cenas extras mais fortes da temporada: a conversa entre Cersei e Robert sobre o quanto o casamento de ambos deu errado, mas ainda assim o reino necessita que a união permaneça.

– Por falar em cenas adicionais, as interações entre Varys/Littlefinger-Mindinho foram simplesmente excepcionais. Podem simplesmente ter acontecido entre as cenas dos livros e nós como leitores não ficamos sabendo. Adicionaram ao cânon, na verdade.

– Das cenas modificadas, não acho que o Blackfish tenha feito falta. Também não acho que a Sansa não ter revelado os planos do pai para Cersei tenha feito falta (pelo contrário, só o fato dela ser uma adolescente enjoada já deu para marcar bem a personagem), ou o Tyrion ter salvado a vida do Jon em sua chegada à Muralha. Mas uma cena que me fez falta foi o próprio Hound ter explicado a ela a origem de suas cicatrizes – e espero que não tirem as interações deles da segunda temporada…

– Senti muita falta dos lobos e espero que com um pouco mais de dinheiro para CG eles estejam mais presentes na segunda temporada.

– Sobre a ausência dos sonhos do Bran, dos flashbacks do Ned e outras coisas, num primeiro momento senti falta deles, mas depois percebi que a série funcionou bem com sua ausência. Certo spoiler/teoria da série ficaria ÓBVIA na tela grande (e pode voltar ao centro narrativo mais tarde sem prejuízos).

– Mesmo a Dany funcionou sem os monólogos internos, de acordo com quem só viu a série, então acaba sendo um ponto positivo.

– Agora é esperar a segunda temporada, MUITO ansiosamente, eu diria *-*

***

Até a próxima!

Anúncios

8 Responses to Game of Thrones Episódio 10 – Fire and Blood

  1. Me deu meia dúzia de meio spoiler, hein Dra. Ana Carolina?!
    Sério… acho um saco só terem feito 10 episodios.

  2. Cassy says:

    Ana, também adorei os dragões. Só achei que durante toda a série os lobos apareceram muito pouco. Sobre o elenco, além dos citados por vc, acrescento Sean Bean, que foi fantástico como Ned Stark, e Nikolaj Coster-Waldau, que fez o Jaime que sempre imaginei ao ler os livros. Abraços.

  3. Marta says:

    Olá Carolina, estou chegando agora no seu Blog, vou ler as resenhas dos episódios,desde o primeiro. Parabéns pelo Blog. Adorei.

  4. karenklinger says:

    Não é a toa que a série é bem feita..
    1 ano de filmagem praticamente, só 10 episódios e esse elenco fantástico!
    acho que eles realmente levaram a sério as descrições dos personagens no livro (tirando o fato dos olhos lilás dos targaryen, lógico! haha).
    Também gostei deles não colocarem os flashbacks e os sonhos, acho que isso só faria as pessoas que não leram os livros se confundirem… se bem que, a partir da segunda temporada, acho que eles não vão conseguir escapar muito dos sonhos do Bran…

    Quanto aos personagens em si, discordo que o jon é um tremendo babaca, na verdade, ele realmente era um playboyzinho mimadinho no início, mas acho que ele cresceu bastante (e deve né, os próximos acontecimentos EXIGEM isso dele hahaha) só pelo fato de ter esquecido os problemas em Westeros e ter voltado com os amigos para a muralha.. (o ator também me agrada bastante, ele é bem parecido com o que o livro descreve, tanto fisicamente quanto na maneira de se expressar)

    Acho que eles não escolheram uma Cersei tão “femme fatale” e tão malvada assim pra não ter aquela coisa óbvia de “vilão bad-ass que todo mundo odeia”, acho que as atitudes dela já deixaram bem claro que ela não tem a melhor índole que se espera de uma rainha..

    A Catelyn eu já achava genial nos livros.. na série só me fez me apaixonar ainda mais pelo personagem.. ela é a mãe mais cool que eu já vi em todos os seriados! hahaha

    (Estou lendo o 3º livro agora mesmo, e preciso compartilhar a minha raiva pelo Robb… ele consegue ser mais burro que o pai! hahaha acho que isso é de família, só pode!)

    • A série ficou muito bem produzida, mas padrão HBO também. Já vi séries da Starz com defeitos especiais, que a coisa é feia e malfeita mesmo… Esse cuidado com a produção é o mínimo que se esperava – sou apaixonada pelo seriado Roma, que é um esmero de produção mas que estourou o orçamento tão feio que teve de ser descontinuada 😛 Mas fazia tempo que não via tanto cuidado com figurinos, cenários, com todos os detalhes da produção…

      Eu era apaixonada com o Jon no primeiro livro, apesar do começo emo e mimadinho, depois quando ele percebia onde estava e o que estava acontecendo, ele precisa crescer. No seriado, acho que ele fica mais mimadinho, ele parece menos disposto a entender que faz parte de uma irmandade e que não está mais em Winterfell. Tanto que os eventos do livro 2 o tornam muito mais homem da Patrulha e menos bastardo de Winterfell. No seriado ele me irritou bastante, ao mesmo tempo que meu amor pelo Samwell só fez aumentar…

      Acho a Cersei da série até muito coerente principalmente com a Cersei do livro 2 e do livro 4, mas faltou um pouco de femme fatale nela. Faltou bastante, até…

  5. Ué, os sonhos do Bran estão lá, não? O corvo com três olhos e tal. São sonhos breves, mas lembro de ter visto duas ou três vezes na série. Obviamente que vão aprofundar na segunda temporada.

    Eu senti falta da resenha no nono episódio sim, e comentei pra conta do blog no Twitter na semana que ela sumiu. =P Agora sou culpado pela falta de comentários aqui no blog, tentarei remediar de agora em diante. ^^

    Anyway, acompanho há relativamente pouco tempo, conheci pelos RT’s do Mushi, mas gosto muito da sua paixão pela Literatura. Infelizmente eu sou indeciso demais quanto às minhas paixões e acabo me dividindo entre livros, filmes, quadrinhos e seriados. Ainda assim, os livros são os meus favoritos! ^____^

    • Estão, mas nos livros os sonhos são bem mais hardcore, o corvo de três olhos foi só o que teve de ficar mesmo até porque ele faz MUITO sentido mais pra frente. Eles deram uma editada de uns 80-90% nos sonhos. E pela linha que a série tá seguindo, não acredito que eles vão voltar na segunda temporada, não.

      E awwww, não se sinta culpado, só comente 😛 ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: