O Senhor da Chuva – André Vianco

Este é um blog eclético, afinal a dona do blog é eclética (bom, dentro de certos parâmetros, não espere ver Augusto Cury aqui). Do mainstream ao underground, do clássico ao lançamento de ontem, a intenção do blog é trazer dicas de leitura que agradem a todos os paladares.

Então, aproveitando a temática natalina, vamos tratar de anjos.

Primeiro, algumas palavras sobre o autor. André Vianco é o cara que deu certo, na minha opinião. Esforçou-se, correu atrás, financiou seu primeiro livro e, hoje, é um escritor brasileiro profissional, com direito a livros nas listas de mais vendidos.
Sua história pessoal é uma história de alguém determinado, que lutou até atingir o seu objetivo, e que continua lutando. Além disso, é um participante bastante atencioso da comunidade orkutiana “Escritores de Fantasia”, onde é membro ativo e atuante. Para mim, o André é um exemplo a ser seguido. Algum dia meus futuros livros estarão aos lados dos dele.

Mas agora, vamos a este livro específico. O Senhor da Chuva trata da antiga, clássica e eterna batalha entre anjos e demônios, que começou no dia da Queda e durará para sempre. Este round específico envolve seu protagonista, um anjo que, ao desviar de suas funções habituais e ajudar a um traficante que tinha o potencial para ser salvo, acaba desequilibrando a ordem das coisas e provocando uma sangrenta batalha.

O começo é eletrizante. O leitor é envolvido logo de início pelos personagens e pela trama e logo faz parte das ações dos protagonistas, o anjo e o humano, que tem suas vidas reviradas ao avesso em uma sucessão de acontecimentos.

Como não poderia deixar de ser diferente nos livros do autor, o terror está presente, então dá-lhe sustos, sangue, gosma e criaturas bizarras. E, claro, a participação especial de alguns vampiros que acabam envolvidos nos acontecimentos.

O livro gira em torno da batalha iminente entre anjos e demônios. E, pela simbologia dessa batalha, pelo significado dos anjos significarem tudo aquilo que é bom, bonito e puro e os demônios a corrupção e a degradação, é natural que os primeiros acabem vencedores, ainda mais se o autor deseja passar uma mensagem de esperança. Nesse ponto, acho que está a falha gritante do livro.

O começo é realmente empolgante, o leitor sente vontade de seguir em frente, mas a empolgação vai indo embora com o decorrer da trama. A batalha final e o desfecho como um todo se arrastam devagar, é difícil ler as últimas páginas para se chegar ao final. O livro perde o fôlego e fica apenas aquela sensação do “já que cheguei até aqui quero ver o que acontece”.

Também em relação ao desfecho, a saída encontrada pelo autor soa forçada. Quanto mais um dos lados se fortalecia, mais eu como leitora pensava: “pois é, e agora como você vai sair dessa?”. E a solução soa forçada, não é natural. Não diria que é um deus ex machina, não chega a esse ponto, mas pareceu muito que o autor seguiu uma linha de raciocínio do tipo “essa é a melhor solução que eu posso encontrar nessa sinuca de bico que me meti”.

Outro ponto que achei estranho, apesar de não ser da construção da trama em si, é o fato da cidadezinha em que a trama se desenvolve ser de maioria protestante e batista. No Brasil, sem ser uma colônia? Isso me pareceu estranho, ainda mais sabendo que no interiorzão, há quase uma unanimidade católica e as comunidades protestantes, em sua maioria, são neopentecostais. Talvez se fosse uma colônia ou houvesse alguma explicação para isso soasse mais natural.

Como avaliação final do livro, diria que vale a pena ler se o leitor pretende refrescar a cabeça ou se pretende conhecer o trabalho de autores novos. Ou mesmo se é um dia chuvoso, pelo jogo de palavras que isso proporciona.

Anúncios

6 Responses to O Senhor da Chuva – André Vianco

  1. Mariana Ferreira says:

    Deu vontade de ler pra ver a tal sinuca de bico…

  2. Ele tá aqui na minha listinha de espera pequena pra caramba… 😛

    Acho que até o final do ano eu leio 😀

  3. Monica says:

    Está aqui para eu ler… vamos ver…

  4. Eu li o livro e acho que é bem legal , mas os outros livros são muito mais , adoro historias de Anjos , Dêmonios , Vampiros principalmente , e acho que o autor tem se saido muito bem , porem achoo que o Sétimo é bem melhor que esse ^^

    @Thaisvalenthiny

    • Ana Carolina Silveira says:

      Obrigada pelo comentário. O André Vianco é um autor para quem pretendo dar uma segunda chance literária algum dia, então vamos ver, né?

  5. Pingback: Os Sete – André Vianco | Leitura Escrita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: